quarta-feira, 4 de maio de 2011

LEITORES INJUSTOS


Extracto de um texto retirado há pouco da página do Correio da Manhã :


"O diário ‘Público’ vendeu uma média de 24 821 exemplares em Janeiro e Fevereiro, o que significou uma diminuição de 4,2%. Bem maior foi a quebra do semanário ‘Sol’, que diminuiu as suas vendas em 60,3%, para os 23 480 exemplares.
A fechar a tabela está o ‘Diário de Notícias’, também da Global Notícias, que vendeu menos 38% do que nos mesmos meses do ano passado, baixando para uma média de 18 398 exemplares.
Referência ainda para o diário ‘i’, que fechou este período com uma média de vendas em banca de 4289 exemplares, uma quebra de 46,1% em relação aos mesmos meses do ano transacto."


Os leitores são muito injustos. Então eles esforçaram-se tanto por demolir o governo e destroçar o PS e perderam leitores ?


Não desistam! Continuem com determinação. Com um pouco de sorte ainda conseguem perder mais leitores.

2 comentários:

Paulo F. Silva disse...

Nada disso, caro Rui Namorado. Esta "notícia" tem de ser interpretada à luz da guerra entre grupos económicos e não vale nada mais além disso, porque intuir que os leitores que não querem ver o PS destroçado se transferiram para o "Correio da Manhã" ou, pura e simplesmente, deixaram de ler jornais é um nadinha forçado, não?

Rui Namorado disse...

O CM não podia perder o tipo de leitores que não tinha. Mas os outros, eu penso mais no P e no DN, podiam. E talvez tenham perdido.

O P , por exemplo, perdeu-me a mim que o comprava desde o seu primeiro número.